Tatiana diz que filmar a última temporada de “Orphan Black” tem sido muito emotivo

3 de Janeiro de 2017

No ano passado, o sonho de cada fã de Orphan Black tornou-se realidade quando a Tatiana Maslany finalmente ganhou na categoria de melhor atriz nos Emmy por interpretar a sua impressionante variedade de clones. A vitória não poderia ter chegado num melhor momento: a série de televisão só tem mais uma temporada antes de terminar. Quando falamos com a Tatiana nos Critic’s Choice Awards de 2016, tinhamos tantas perguntas a colocar. O que podemos esperar da temporada final da série? Como te sentes ao finalmente conseguir o Emmy por todo o teu trabalho? Leiam tudo em baixo:

POPSUGAR: Como foi finalmente conseguir o Emmy na cerimónia deste ano?

Tatiana Maslany: A parte realmente emocionante foi sentir que este prémio veio como uma resposta dos fãs, como se sentisse que realmente significava algo para eles terem a sua série de televisão reconhecida assim. Porque é uma série de televisão de nicho, e acho que trata de coisas que são muito pessoais para o nosso clone clube e a nossa comunidade. Isso foi realmente incrível. Foi incrível porque senti uma ligação entre eu e todo o elenco, equipa da série, com o Canadá e com o nosso clone club. Percebes?

PS: Absolutamente. Então, falando nos episódios finais da série, já começaste a trabalhar na temporada, podes provocar o que está por vir?

TM: Eu não sei de nada! Não, mas, estamos a cinco episódios nos últimos 10, e tem sido extremamente emocional. Acho que, por causa do que está a acontecer no mundo, é vital contar estas histórias. E, todos os clones estão a experimentar coisas que estão relacionadas com toda esta porcaria. Eles estão diferentes, separados, e têm que se unir.

PS: Se pudesses provocar a última temporada numa palavra, o que seria?

TM: Ah! Eu só tenho as palavras “cheesiest” na minha cabeça, como, “intriga”. Não sei. – Clones!

PS: Eu sinto que estou a receber um teaser trailer aqui!

TM: Ah, sim. [Em voz mais profunda] Intriiiiga.

Fonte

Publicado por: Juliana Maia
Categorias: Artigos, Entrevistas, Orphan Black, Tatiana Maslany
comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *